Niterói

Arquivos do Autor: facebook_Eugenio Fernandez de Andrade.1156606821063636

Dom Frei Alano celebra 43 anos de ordenação episcopal

Dom Frei Alano Maria Pena O.P., Arcebispo emérito da Arquidiocese de Niterói, comemora hoje, seu 43º aniversário de Ordenação Episcopal, que aconteceu em 25 de maio de 1975, em Belém do Pará, quando assumiu o Lema Episcopal: “Ut unum Sint” (Que sejam um). O seu pastoreio na Igreja particular de Niterói é uma expressão visível do seu lema, e suas atitudes de pastor revelam a intenção de que todos sejamos um, em Cristo Jesus. “Os Bispos sucessores dos Apóstolos assumem, na liberdade, a responsabilidade plena de se entregarem ao serviço do Evangelho, sabedores que carregam um tesouro em vasos de barro (cf. II Cor 4,7). Eles são constituídos Pastores da Igreja, com a missão de ensinar, santificar e guiar, em comunhão hierárquica com o Sucessor de Pedro e com os outros membros do Colégio Episcopal” (Apostolorum Successores, Introdução). Dom Frei Alano ficou à frente da Arquidiocese de Niterói por 7 anos e, no dia 30 de novembro de 2011, renunciou ao governo, em conformidade com o Can. 401, §1º do Código de Direito Canônico. A Arquidiocese de Niterói eleva aos céus as suas preces pela vida e vocação de Dom Frei Alano, que há 43 anos serve a Igreja como Bispo, entregando sua vida, num total espírito de doação e despojamento de si mesmo, em função da construção do reino de Deus. Ao mesmo tempo, imbuída pelo espírito de gratidão a Deus e exultante de alegria, parabeniza seu Arcebispo emérito, pela passagem do aniversário de Ordenação Episcopal. Parabéns, Dom Frei Alano! Por João Dias Foto: Thiago Maia Leia Mais »

Maria é aquela que percebe as nossas necessidades, diz Dom José.

Dom José Francisco, Arcebispo de Niterói, celebrou no dia 24 de maio, a Santa Missa em honra à Padroeira da Arquidiocese, Nossa Senhora Auxiliadora. Em sua homilia, o Arcebispo destacou a importância da devoção a Virgem Auxiliadora. “Maria é aquela que percebe as nossas necessidades e vem em nosso auxilio, mas ela também pede para que façamos como os servos, façamos tudo o que Jesus nos ensinou, apresentando nossas mãos, para que o milagre da vida continue acontecendo, porque estamos colaborando e participando. Isso é muito claro no evangelho de São João, Jesus não faz milagre para as pessoas, Jesus faz milagres com as pessoas”, disse o Arcebispo de Niterói. E concluiu: “Peçamos à Senhora Auxiliadora esta sensibilidade, para estarmos sempre fazendo tudo o que o Jesus nos diz, e assim, também colaborando na construção de um mundo novo”. Nossa Senhora Auxiliadora é a Padroeira “aeque principalis” da Arquidiocese de Niterói, juntamente com São João Batista. No dia 24 de maio, os fiéis comemoraram a sua festa litúrgica e, de modo especial, como todos os anos, na Paróquia dos Salesianos, no bairro de Santa Rosa, comunidade também dedicada à Maria Auxiliadora dos Cristãos, por isso, centralizando esta devoção, desde sua fundação, em 1883. Ao final da celebração, Dom José Francisco pediu a ajuda de todos para a construção da Nova Catedral São João Batista, lembrando que ela é a igreja mãe da Arquidiocese. Pediu que os grupos se unam e contribuam com o caminho da gratidão (caminhodagratidao.com.br).  Concluiu, lembrando o site da Nova Catedral (novacatedral.com), abençoou os fiéis presentes e os que acompanhavam de casa. Por João Dias Fotos: Beth Iane Leia Mais »

Católico