Niterói

Secretário-geral da CNBB participa do Congresso Latino Americano da Pastur

Whats-App-Image-2019-08-14-at-10-22-39-1200x762-c

O secretário-geral da CNBB, dom Joel Portella participa do 2º Congresso Latino Americano da Pastur, que acontece desde o dia 12 de agosto, em Salvador (BA). Com o tema “O turismo que transforma”, a iniciativa é promovida pelo Conselho Episcopal Latino-Americano (Celam) através do Departamento da Mobilidade Humana. No evento, que sucede até o dia 17 de agosto, palestrantes de seis países apresentarão experiências concretas de evangelização através do Turismo, estudos acadêmicos e reflexões teológicas.

Dom Joel afirmou que os participantes estão vivenciando um conjunto de eventos, um voltado para a Pastoral do Turismo e outro voltado especificamente para o turismo religioso. “Há dois pontos que não podem ser perdidos e que ficaram muito claros: primeiro, o turismo como um campo muito fértil de evangelização e um novo areópago, expressão que a gente usa para esses novos campos. Todo esse mundo que, no caso do turismo, não é apenas o mundo da cultura, mas é um campo. Eu diria que aqui é um desafio novo. Segundo, algo que me chamou muito atenção desde que eu cheguei é a capacidade de unir forças que o turismo tem”, afirmou.

O bispo foi convidado a ministrar a conferência da primeira mesa do congresso. O Turismo que Transforma, segundo a lógica do Evangelho é o tema da conferência. Além de dom Joel, compuseram a mesa da cerimônia de abertura dom Murilo Krieger, arcebispo de Salvador; dom Irineu Roman, bispo auxiliar de Belém e referencial da Pastur; padre Manoel Filho, coordenador Nacional da Pastoral do Turismo e Dênia Mangellis, coordenadora Latino Americana da Pastur. Na ocasião, dom Murilo falou da importância de levar a chama do Evangelho para o mundo do Turismo e dom Joel lembrou que esta ação está em total sintonia com a mensagem do papa Francisco que deseja uma Igreja em saída.

Para Dênia, a Pastur na América Latina vem crescendo e já mostra a potência em fazer o bem através da Turismo. Representando a Secretaria de Turismo do Estado da Bahia, Jorge Ávila confirmou a importância estratégica do Turismo Religioso para a Bahia. Já o Superintendente do SEBRAE na Bahia, Jorge Khouri, declarou sobre a importância do Turismo como gerador de emprego e renda para as comunidades mais carentes.

Após as falas iniciais, uma homenagem a Bem Aventurada Dulce dos Pobres, na véspera do dia a ela dedicado, encerrou o momento protocolar da noite de abertura. Ao final, os congressistas foram convidados a participar da abertura da Feira do Turismo Religioso e Economia Solidária.

O Congresso

Cerca de 150 pessoas participam do Congresso, vindas do México, Panamá, El Salvador, Chile e Argentina, bem como de estados brasileiros como o Pará, Maranhão, Rio Grande do Norte, Minas Gerais, São Paulo e Paraná. Em seis dias de evento, os participantes poderão refletir sobre cultura urbana e a contribuição do turismo, o conceito antropológico e teológico de turismo religioso, o funcionamento de agências de turismo religioso, entre outros. Haverão momentos de reflexão e conhecimento do patrimônio cultural e religioso da cidade que sedia o congresso. No último dia, o domingo (18), será feito um tour pela rota da fé em Salvador.

Para dom Irineu, bispo referencial da Pastoral do Turismo, o encontro é um momento de formação. “Estamos trabalhando, refletindo sobre a importância do turismo religioso em nosso país, e estamos contando com a presença de vários estados do Brasil que aqui estão representados, bem como de países das Américas Latina e Central. Está sendo muito proveitoso”, contou.

Confira aqui a programação.

Foto: JuanchoFotografia

Via CNBB com informações da Pastur Brasil e Regional Norte 2

Católico