Niterói

Falecidos do Clero da Arquidiocese desde a celebração de finados de 2016

Quatro membros do Clero, o fundador do Instituto Abel, uma freira e um padre professor do Seminário São José, que atuavam na Arquidiocese de Niterói, partiram para o braço do Pai desde o dia de Finados do ano passado. Recordamos o nome de cada um (a). Você pode relembrar e fazer uma prece por cada um:

11 de dezembro de 2016 – Padre Afonso Martins de Carvalho

Padre Afonso Martins de Carvalho, padre emérito da Paróquia São Lourenço, no Fonseca – Niterói. O corpo foi velado no Cemitério do Maruí, no dia 11 de dezembro, as exéquias  celebradas no mesmo local, e em seguida, o corpo foi sepultado.

O Padre Afonso celebrou 50 anos de sacerdócio no ano de 2012, durante a celebração de seu jubileu de ouro, quando disse: “A Eucaristia é o grande mistério da vida do sacerdote. Aprendi a ver no corpo e no sangue de Cristo, toda a minha história”. O sacerdote sempre tinha a Eucaristia como o sustento de sua vida sacerdotal.

25 de dezembro de 2016 – Frei Silvino José Fritzen (Irmão Amadeu)

Faleceu aos 96 anos, Frei Silvino José Fritzen, o Irmão Amadeu, no dia 25 de dezembro.  Fundador do instituto Abel, foi diretor do Colégio La Salle Abel por mais de cinco décadas. Faleceu na Casa de Saúde Nossa Senhora da Estrela, dos Irmãos Lassalistas. O corpo foi velado na capital gaúcha, e depois trazido para Niterói, onde  foi feito velório na Capela do Instituto Abel, com Missa de Corpo Presente. O Corpo foi sepultado no Cemitério Parque da Colina.

Nascido em 1º de novembro de 1920, na cidade de Montenegro, no Rio Grande do Sul, Irmão Amadeu, nos anos 50, participou da fundação do Instituto Abel, em Niterói. Seguiu como diretor da instituição de ensino até 2006, quando deixou o comando do colégio, e assumiu o posto de diretor emérito. Ainda assim, continuou como presença constante na escola. Em 2010, como parte das comemorações dos seus 90 anos, recebeu a maior comenda da Câmara Municipal de Niterói: a Medalha José Clemente Pereira. Em outubro deste ano, o La Salle Abel inaugurou o Centro de Convenções Irmão Amadeu, espaço que leva no nome a homenagem ao importante e marcante diretor do colégio.

28 de março de 2017 – Frei Alberto Beckhäuser

Faleceu no dia 28 de março, em Petrópolis. Frei Alberto sofria de câncer no pâncreas, diagnosticado em janeiro de 2017. O corpo foi velado na capela do Instituto Teológico Franciscano, de Petrópolis, e o sepultamento aconteceu após da Missa de Exéquias.

O Frei nasceu aos 20 de maio de 1935 (81 anos de idade), na Freguesia de Santa do Coqueiro Baixo, hoje também chamada Santa Teresinha, então, município de Crisciúma, durante um tempo, pertencente ao Município de Nova Veneza e, hoje, Forquilhinha, SC.

De 2004 a 2011 foi Professor de Homilética da Escola Diaconal Maria Auxiliadora.  Em 2016, professor  de Homilética e Liturgia no Instituto Filosófico e Teológico do Seminário São José de Niterói. Também foi coordenador de Traduções e Edições de Textos Litúrgicos da CNBB, entre outras funções.

14 de abril de 2017 – Monsenhor Luiz Gonzaga

Faleceu no dia 14 de abril, aos 82 anos, de insuficiência respiratória, decorrente de uma pneumonia, o Monsenhor Luiz Gonzaga de Castro Azevedo, que era pároco emérito da Paróquia Sagrados Corações,  em Ponta da Areia – Niterói.

Monsenhor Luiz Gonzaga nasceu em Niterói (RJ), no dia 4 de dezembro de 1934. Cursou o primário no Colégio Brasil. Realizou seus estudos religiosos no Seminário Arquidiocesano de São José, na cidade do Rio de Janeiro, no qual ingressou em fevereiro de 1946. Ordenou-se padre em 30 de novembro de 1958. O monsenhor ocupava a cadeira 24 da Academia Niteroiense de Letras.

Entre as funções exercidas em sua vida religiosa foi o cerimoniário do Arcebispo de Niterói, chanceler do Arcebispado de Niterói, juiz do Tribunal Pró-sinodal para Causas Matrimoniais, membro do Conselho Presbiteral, vigário episcopal, pró-vigário geral, reitor e diretor espiritual do Seminário, diretor arquidiocesano do ensino religioso.

4 de maio de 2017 – Padre João Antônio Baraniecki

Faleceu no dia 4 de maio, o Padre João Antônio Baraniecki,  missionário polonês, que estava no Brasil desde 1982. Com 36 anos de sacerdócio, atuou na Paróquia Nossa Senhora de Fátima, no Largo da Batalha, em Niterói por vários anos.

O corpo foi velado na Paróquia Nossa Senhora dos Navegantes – Rio, e após a missa de corpo presente, velado na Paróquia de Nossa Senhora de Fátima, no Largo da Batalha – Niterói.

O sepultamento ocorreu no jazigo dos padres palotinos, no cemitério Parque da Colina.

25 de setembro de 2017 – Irmã Luzia Ferreira Machado

Faleceu a Irmã Luzia Ferreira Machado (nome civil: Jacira Ferreira Machado), no dia 25 de setembro, que exercia seu ministério na Congregação das Missionárias de Nossa Senhora de Fátima.

O  corpo foi velado na Capela Rio Pax, em frente ao Cemitério São Gonçalo. Após a Missa de corpo presente, presidida pelo Arcebispo emérito de Niterói, Dom Frei Alano Maria Pena, seguiu-se o sepultamento.

28 de setembro de 2017 – Padre Luiz Gusmão dos Santos

Faleceu o Padre Luiz Gusmão dos Santos, padre emérito da Paróquia Nossa Senhora Aparecida, no Patronato, São Gonçalo. Dom José Francisco, Arcebispo de Niterói, enviou uma nota que dizia: “A vida dos justos está nas mãos de Deus e nenhum tormento os atingirá “ Sb 3,1.

Com a certeza da Ressurreição em Cristo, comunicamos, com pesar, o falecimento de Pe. Luiz Gusmão. Pe. Luiz fez sua Páscoa nesta noite. O velório acontecerá na matriz da Paróquia de Nossa Senhora Aparecida do Patronato, amanhã, dia 29, a partir de 8:00.

A Celebração Eucarística será às 14:30 e, em seguida, o sepultamento, no Cemitério de São Gonçalo. Agradeçamos a Deus pela vida de Pe. Luiz, doada a Cristo e dedicada aos irmãos, na África, e em nossa Arquidiocese de Niterói.

Rezemos para que Deus lhe conceda o descanso eterno e a recompensa do justo.

Católico