Niterói

Card. Baldisseri: os jovens devem ser os protagonistas do Sínodo

Cidade do Vaticano (RV) – Em vista da XV Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos a ser realizada em outubro de 2018, organizam-se diversos encontros preparatórios, como o Seminário Internacional sobre a situação juvenil em andamento de 11 a 15 de setembro no Auditório da Cúria Geral dos Jesuítas, em Roma.

Um dos objetivos é que este encontro preparatório realize reflexões com bases científicas sobre a situação juvenil, motivo pelo qual foram convidados a se pronunciar especialistas de diversas áreas e procedências..

Em entrevista à Rádio Vaticano, o Secretário Geral do Sínodo, Cardeal Lorenzo Baldisseri traçou um panorama  sobre o andamento dos trabalhos e destacou que tudo deve ser feito no sentido de que sejam os jovens os protagonistas do Sínodo:

"Estamos trabalhando fortemente sobre o tema concernente aos jovens neste Seminário Internacional, com a intervenção de experts e sobretudo com a presença de jovens com testemunhos. Tivemos apenas, ontem, cinco jovens que relataram sua experiência direta. Interessantíssimos! Porque eles vinham de diferentes setores sociais. Por exemplo, um ex-encarcerado - alguém que estava na prisão - e uma outra pessoa, um jovem que vinha da Síria, depois naturalmente de ter sofrido toda a problemática da guerra. Tivemos também a presença de um jovem do mundo da música rock e sobretudo no assunto direto de web, de todos estes meios de comunicação, e também um testemunho de Austrália aonde tem uma situação político e econômica particular, então tudo isto para nós é muito importante, dentro de um contexto de reflexão científica, com experts que vem de todo o mundo, de todos os continente, seja da África, seja Ásia, seja do continente americano e Europa".

RV: Este encontro se insere no âmbito da preparação do Sínodo em outubro de 2018. O Papa Francisco insiste que não é para ser um Sínodo sobre os jovens, mas para ser um Sínodo com os jovens:

"Ele disse mais, também que é o Sínodo dos jovens, no sentido de que efetivamente os protagonistas serão os jovens. Normalmente a instituição como tal, a organização vem de parte do Sínodo dos Bispos, que serão como os Padre Sinodais e todos aqueles que participarão. Entre os participantes estarão muitos jovens como auditores, mas efetivamente nós queremos preparar tudo isto antes, antes da celebração da Assembleia e que os jovens sejam escutados. Escutar eles que possam intervir, na maneira mais direta possível. Veremos em que maneira poderemos organizar tudo isto. Mas temos diante de nós um programa que vamos desenvolver e veremos. A maneira efetivamente mais adequada para que eles se sintam protagonistas”. (JE)

Católico