Niterói

SAÚDE – O que fazer para evitar a retenção hídrica

Juliana Montesso_SaúdeA retenção de líquidos é o acúmulo excessivo e anormal de água entre as células do organismo, posteriormente eliminada pela urina. Como a retenção de líquidos é um desequilíbrio entre a ingestão de sódio, presente no sal, e sua excreção pelo organismo, o excesso pode ocasionar o sintoma, especialmente em pessoas com predisposição. Por meio desse acúmulo, uma pessoa pode adquirir, aproximadamente, 2 kg durante um só dia. Existem casos em que a retenção de líquidos ocorre em períodos nos quais há alterações metabólicas, como na TPM, na menstruação e na gravidez, e casos em que ela ocorre por fatores internos, que necessitam de auxílio médico, medicação e dieta para que haja eliminação. Os inchaços ocorrem quando há um acúmulo de água e sódio no corpo, podendo ainda ser um sintoma de problemas, como insuficiência vascular, hipotireoidismo, hipertensão arterial, mau funcionamento dos rins, fígado e coração, processos inflamatórios, deficiência na circulação sanguínea e alterações hormonais e emocionais.

Quando o coração não consegue bombear o sangue de forma eficiente para todo o corpo, ele se mantém estagnado nas veias e acaba saindo dos vasos sanguíneos, formando o edema. Sendo assim, há uma retenção de líquidos, porque os rins também têm seu funcionamento prejudicado, pois recebem menos sangue. Em alguns casos, devido à má circulação, surgem varizes nas pernas. Distúrbios no fígado também causam inchaço, dada a queda na produção de proteínas, que ativam os hormônios retentores de sódio, que é ativado pelo órgão

No período pré-menstrual, acontece uma grande variação dos hormônios femininos, principalmente a aldosterona, responsável pela reabsorção renal do sódio. Dessa forma, algumas mulheres sentem-se mais inchadas e com a sensação de terem engordado alguns quilos nessa fase.

O hipotireoidismo é uma doença caracterizada pela baixa produção de hormônios pela tireóide. Um dos sintomas desse problema é a retenção de líquidos que pode levar o indivíduo a ganhar alguns quilos. Surge também um cansaço excessivo e há aumento da pressão arterial.

Para detectar a retenção de líquidos, basta observar as mãos, os pés, a barriga, as pernas e as proximidades do tornozelo. Se essas regiões persistirem inchadas por muito tempo, é necessário buscar ajuda médica, principalmente se tais inchaços ocorrerem fora do período de gravidez e menstruação. Por questões hormonais, a mulher é mais propensa a reter líquidos do que o homem.

Para amenizar a retenção de líquidos é necessário praticar exercícios físicos, alimentar-se de alimentos naturais, utilizar pouca quantidade de sal, aumentar a ingestão de líquidos, diminuir a utilização de sapatos altos e apertados e, ainda, se permitido pelo médico, aderir a massagens e drenagem linfática.

Por Juliana Montesso

Católico