Niterói

CONVERSA ENTRE FIÉIS – Avante, com esperança!

Refletir sobre a nossa existência é algo que faz parte da vida de todos os homens, de todos os tempos, e com o cristão não é diferente. Por sinal, é ainda mais fundamental, porque quando temos um verdadeiro encontro com Cristo é que podemos perceber a nossa real identidade. Nesse momento, tudo muda de figura, ou não é assim? Quem de nós não se transformou ao encontrar o Senhor? Quem não se tornou mais homem ou mulher quando isso aconteceu? Porque se isso não aconteceu… Lamento, o encontro não se deu!

Mas não quero me perder em divagações com vocês… A questão é que toda essa reflexão se intensifica muito, sempre, quando chegamos ao mês de novembro. Mês que se abre com a realidade dos santos – todos eles – e nos convida, então, a buscar a santidade de maneira forte também, pois verificamos que é possível… Eles conseguiram, os que foram elevados ao altar e cujo nome conhecemos, mas ainda, e em número muito maior, aqueles que como nós lutaram no escondido de suas vidas. Então, por que não conseguiríamos? Afinal, o próprio Deus nos pede isso, e Ele não o faria se não fosse possível! E por sinal Ele fez ainda mais: pediu, mas avisou “estarei com você!”.

É, o coração dEle é compadecido. Ele “respira” misericórdia, poderíamos dizer! Aliás, Ele é pura misericórdia, como proclamamos durante todo este ano santo! E é por isso, irmãos e irmãs, que o nosso testemunho só pode ser o da esperança! Uma esperança alegre! E assim no dia dois, quando comemorarmos os fiéis defuntos, não fiquemos presos na tristeza. Não nos cabe tristeza diante da esperança plena! Sintamos saudade, é claro, mas demos testemunho de que estamos certos da salvação! Mostremos ao mundo que nossa identidade se confunde com essa esperança, porque Cristo é a própria Esperança e nós somos de Cristo! Como Seu rosto no mundo, não podemos manifestar outra coisa, senão isso: esperança, paz, certeza de salvação! Com esta certeza, chegaremos no final deste Ano Santo da Misericórdia prontos para gritarmos a todos e em todos os lugares: Cristo é nosso Rei!

Por Padre Carmine PascalePe Carmine Pascale

Católico